A torcida do Flamengo aguarda ansiosa a movimentação do clube para votação de seu novo patrocinador master.




O contrato ainda em discussão precisará passar pelo Conselho Fiscal, que está de prontidão desde a última quinta-feira, para analisar os documentos e encaminhar ao Conselho Deliberativo.

Outras opções entraram em cena, mas a previsão do clube de fechar o acordo foram estendidas. No momento, os conselheiros que vão analisar os contratos seguem de plantão.

Inclusive, já foi convocada uma reunião do Conselho Fiscal, mas uma data será confirmada apenas quando o documento chegar.

Essa reunião seria nesta terça-feira, mas precisou ser adiada depois que a Amazon passou a ser dúvida. As negociações são capitaneadas pelo vice de marketing, Gustavo Oliveira, e por Luiz Eduardo Baptista, o Bap, das relações externas.

Zico ignora Gabigol e Bruno Henrique e revela quem é seu sucessor no Fla: ‘sou fã dele

A expectativa do Flamengo é chegar a um acordo no valor acima de R$ 30 milhões até o fim de 2021. Como a Amazon reduziu a oferta, o clube passou a ouvir concorrentes e espera resolver tudo até o fim de junho.

O Flamengo ainda negocia com empresas para que explorem os espaços na manga e no short do uniforme do futebol, além de cotas para os esportes olímpicos.




Só depois dessa aprovação a reunião para aprovação do patrocínio poderá ser marcada. A demora se deve ao recuo nas negociações do Flamengo com a Amazon.